segunda-feira, 18 de junho de 2018

Exposição - Ocupação Cultural: Sertão Profundo


Dando seguimento a proposta do "Maio Cultural", o Centro Cultural Amaury de Carvalho estará de portas abertas desde o dia 11 ao 22 deste mês de Junho com a mostra de artes visuais "Sertão Profundo"; uma viagem pelo sertão interior real e folclórico, se aprofundando nos simbolismos do touro às vísceras dos cavalos.


A ideia de expor a minha parte do "Sertão Profundo" partiu, para quem já é familiarizado com o termo, por via de inspiração do afamado poeta que canta a perfeição da caatinga. Sendo essa uma proposta inicial, a mostra tem a pretensão de ser cultivada em solo seco e cada vez mais profundo, passando por retratar nossas lendas, causos, rotinas, selvas e sonhos, buscando agregar na valorização da mais rústica e sublime cultura Nordestina!


terça-feira, 29 de maio de 2018

Ocupação Cultural

O projeto "Sertão Profundo" foi selecionado e agora com o patrocínio da FUNDAP (Fundação Cultural de Patos) será levado a frente e exposto ao município junto a outros projetos culturais de artes, dança, teatro, música, apresentações literárias e saraus poéticos que enaltecem a nossa cultura Nordestina. Em breve maiores informações.


quarta-feira, 12 de julho de 2017

Assum preto


«Tudo em volta é só beleza 
Sol de Abril e a mata em flor 
Mas Assum Preto, cego dos olhos 
Não vendo a luz, ai, canta de dor…

Talvez por ignorância 
Ou maldade da pior 
Furaram os olhos do Assum Preto 
Pra ele assim, ai, cantar melhor…

Assum Preto vive solto 
Mas não pode voar 
Mil vezes a sina de uma gaiola 
Desde que o céu, ai, pudesse olhar!

Assum Preto, o meu cantar 
É tão triste como o teu 
Também roubaram o meu amor 
Que era a luz, ai, dos olhos meus!»

domingo, 25 de junho de 2017

Hotel Boa-Vista, Porto, Portugal

Um cartão-postal do hotel na foz onde o Douro encontra o oceano Atlântico, feito com caneta-tinteiro. No quarto do próprio se pode avistar, simultaneamente, o mar revolto frio e neblinoso, o jardim romântico do Passeio Alegre e a construção quinhentista do Forte de S. João.